Aniversário do Câmpus Gaspar reúne alunos, servidores e autoridades


Em 2017, o Câmpus Gaspar do IFSC completa sete anos de funcionamento e para marcar a data foi realizada cerimônia de aniversário na última sexta-feira (8). O evento reuniu estudantes, servidores e comunidade externa, dentre eles o prefeito de Gaspar, Kleber Wan-Dall, os vereadores Cícero Amaro, Mariluci Deschamps, Rui Carlos Deschamps e Roberto Procópio de Souza, a deputada estadual Ana Paula Lima e o deputado federal Décio Lima.

Durante a cerimônia, a diretora-geral do Câmpus Gaspar, Ana Paula Kuczmynda da Silveira, fez um balanço desses sete anos. “Temos muito a comemorar e é muito bom ver esse auditório repleto de servidores, alunos e da comunidade, que é entendida enquanto nossa parceria. Essa vitória é de todos. Em 2017, nós nos aproximamos ainda mais da comunidade, em novembro foram 15 eventos realizados no câmpus, dentre elas a Semana de Reflexões sobre Negritude, Gênero e Raça (Sernegra), que reuniu pesquisadores de todo o Brasil. Comemoramos também medalhas e menções honrosas dos nossos alunos nas Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) e Olimpíada Catarinense de Química (OCQ), o quinto lugar no Prêmio Brasil Sul de Moda Inclusiva e a aprovação de nossos alunos em  intercâmbios em instituições de ensino no exterior.”

 

O deputado federal Décio Lima lembrou a importância dos institutos federais para promover a inclusão. “Em um momento em que observamos a privatização de uma série de setores, é importante defender a educação pública. Precisamos marcar esse espaço de resistência. Os institutos federais e as universidades têm um papel muito importante que é o de tirar o povo brasileiro do analfabetismo funcional.”

 

O prefeito de Gaspar, Kleber Wan-Dall, destacou o trabalho em conjunto entre o município e o IFSC. “ Esses sete anos do IFSC na região marcam um importante avanço para o desenvolvimento de Gaspar e de todo o Vale do Itajaí. A prefeitura está de portas abertas para trabalhar junto com o IFSC.”

Durante a cerimônia foram homenageadas pessoas e entidades que contribuíram para o desenvolvimento do IFSC na região como a Associação dos Moradores do Bairro Bela Vista de Gaspar, que fez a doação do terreno onde foi construído o Câmpus, a Cáritas Diocesana de Blumenau, que tem sido parceria do câmpus para a oferta de cursos para imigrantes haitianos, o deputado federal Décio Lima, que em 2017 liberou emendas parlamentares no valor de R$ 250 mil para investimentos no câmpus, a secretária de educação do município de Gaspar, Zilma Benevenutti, que tem trabalhado em parceria com o câmpus para a realização de eventos como de capacitação para bibliotecários e da feira regional de Matemática.

Foram também homenageados, a partir de uma escolha dos servidores do câmpus, o professor aposentado, que foi diretor-geral do câmpus, Sérgio Seitsu Uda, a atual diretora-geral, Ana Paula Kuczmynda da Silveira, e o coordenador de Infraestrutura e Patrimônio do Câmpus, Guilherme Jubett Quadros.

Debate sobre educação profissional e tecnológica

A cerimônia de aniversário foi também um momento para debater a educação profissional e tecnológica, permanência e êxito. Para falar sobre o tema, foi convidada a pedagoga e mestre em educação Nilva Schroeder, servidora do IFSC que está cedida para o Instituto Federal de Brasília (IFB). “Quando nós falamos em educação profissional e tecnológica falamos de dois direitos constitucionais que são o da educação e do trabalho. Os institutos têm esse compromisso.”

Nilva lembrou que a permanência dos alunos nos cursos está diretamente associada à ideia de pertencimento. “Não podemos pensar na permanência e êxito de forma isolada. Esses são temas que precisam ser pensados já no acesso do aluno. Temos que entender a realidade dele, pensar se o aluno que chega, fica e para onde vai ele vai quando termina o curso.”

A pedagoga falou ainda sobre a importância de uma relação dialógica entre professor e aluno e de se pensar no aspecto pedagógico para além da sala de aula. “A pergunta que nos move no dia a dia tem que ser: o aluno aprendeu? É preciso pensar estratégias de aprendizagem  junto com os estudantes. O clima e a estrutura organizacional também influenciam nesse processo. Temos que tornar a instituição em um ambiente favorável à aprendizagem e que de fato promova o acolhimento do estudante.”

Apresentações culturais e plantio de árvores

No dia do aniversário teve ainda apresentações de dança das oficinas do projeto de extensão "IFSC e Arte Urbana: a cidade em movimento" e o plantio de mudas de árvores por meio do projeto de extensão "Promovendo a qualidade de vida através da educação ambiental e arborização urbana no bairro Bela Vista".

Tarde cultural


Nesta quarta-feira (13) será realizada ainda tarde cultural no auditório do câmpus. Haverá show de Vitor Soltau e Juliana Pacheco. A atividade é aberta ao público.

As atividades fazem parte das ações do projeto de extensão “Ações em comemoração ao aniversário do Câmpus Gaspar” , aprovado pelo edital Proex 12/2017.

Por Beatrice Gonçalves / Jornalista IFSC

 

AddThis Social Bookmark Button
   
Estude no IFSC - Vagas abertas - Clique aqui
 
 Cadastro de interesse

Observatório de egressos

Carta de serviços ao cidadãoAcesso à informação
Ouvidoria
Desenvolvido em Joomla!