IFSC recebe certificação por ações em prol dos Objetivos do Milênio


Ações como os programas Mulheres Mil e IFSC Sustentável, a oferta regular de educação básica, em especial nas modalidades integrado e Proeja, bem como as diversas atividades de extensão desenvolvidas em todos os câmpus renderam ao Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) a Certificação ODM 2013. A chancela, concedida pelo Movimento Nós Podemos Santa Catarina, é o reconhecimento formal da contribuição da instituição para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). A solenidade de entrega da certificação ocorreu na última quarta-feira (4), na Assembleia Legislativa, em Florianópolis.

Além do IFSC, outras 31 instituições públicas, privadas e do terceiro setor receberam a certificação. O secretário executivo do Movimento Nós Podemos Santa Catarina, João Batista Tomé, definiu a entrega dos certificados para as 32 instituições como uma amostra do que os catarinenses têm feito em prol do atingimento dos oito Objetivos do Milênio. “Trata-se de um trabalho que tem sido bastante relevante e que tem servido de exemplo para o país”, ressaltou. As ações que resultaram na certificação das 32 instituições correspondem a um investimento de mais de R$ 46 milhões, com um público atendido estimado em 1,043 milhão de pessoas. Um total de 113 instituições são parceiras do Movimento Nós Podemos em Santa Catarina, entre as quais o IFSC é a única instituição pública federal de educação entre os apoiadores catarinenses dos ODM.

O secretário executivo adjunto do Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade, Odilon Faccio, enfatizou que a mobilização em torno dos ODMs é um compromisso assumido por 192 países a partir da proposta da Organização das Nações Unidas (ONU) lançada 13 anos atrás. “Foi a primeira vez na história da ONU em que tantas nações se abraçaram em torno da ideia de efetivamente melhorar a vida das pessoas”, disse Faccio. Entre os resultados atingidos ao longo de pouco mais de uma década, o secretário executivo ressaltou a expressiva redução do número de pessoas que vivem em extrema pobreza – 500 milhões saíram dessa situação nos últimos dez anos -, a queda no índice de mortalidade infantil e os avanços no acesso à educação básica. Faccio antecipou que, após o encerramento da mobilização pelos ODM, programado para 2015, serão definidas os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Para o coordenador dos ODM na Secretaria-Geral da Presidência da República, Luiz Alberto Ribeiro Vieira, embora os resultados globais das ações sejam positivos, o movimento ainda tem o desafio de melhorar os índices regionais e municipais. Em sua avaliação, o grande diferencial das medidas em torno dos objetivos do milênio, no Brasil, foi a articulação das políticas públicas com o trabalho intensivo da sociedade civil.

Um dos destaques da solenidade foi a apresentação de três exemplos de iniciativas que contribuem para os ODM – todos de instituições que receberam a certificação. O Serviço Social da Indústria (Sesi), representante da iniciativa privada, mostrou os resultados do programa de recolhimento de medicamentos vencidos nas farmácias do grupo. O Instituto Crescer, organização não-governamental de Itajaí, falou sobre o trabalho desenvolvido com projetos de encaminhamento profissional, reforço escolar e conscientização sobre saúde, voltados a adolescentes e jovens do município. Já a equipe do projeto Novos Talentos SC Games, desenvolvido pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável, apresentou trabalhos feitos por alunos da rede pública no curso de programação em jogos eletrônicos. A equipe do Movimento Nós Podemos apresentou também a campanha 8 Jeitos de Mudar o Mundo, que pretende arrecadar R$ 180 mil para o financiamento de oito projetos relacionados aos ODM, que serão selecionados por edital público (clique aqui para acessar o site da campanha).

A certificação do IFSC foi recebida pelo coordenador de Articulação de Políticas Sociais da instituição, Douglas Juliani (na foto acima, ao lado de Odilon Faccio). Também participaram da solenidade a diretora de Extensão da Instituição, Fabiana Mortimer Amaral, e servidores do Câmpus Geraldo Werninghaus, que integra o comitê dos ODMs de Jaraguá do Sul. Na manhã do dia 4, a reitora Maria Clara Kaschny Schneider participou do café da manhã oferecido pelo Movimento Nós Podemos aos apoiadores dos ODM (foto ao lado).

Os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio foram lançados pela Organização das Nações Unidas em 2000 e listam uma série de desafios a serem superados no mundo até 2015: 1) Acabar com a fome e a miséria; 2) Educação básica de qualidade para todos; 3) Igualdade entre sexos e valorização da mulher; 4) Reduzir a mortalidade infantil; 5) Melhorar a saúde das gestantes; 6) Combater a aids, a malária e outras doenças; 7) Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente; 8) Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento. No total, 192 países assinaram a chamada Declaração do Milênio, que apresenta cada objetivo em detalhes e define metas a serem cumpridas.

Clique aqui para assistir ao vídeo produzido pela TV IFSC na solenidade de certificação.

Clique aqui para conhecer o site do Movimento Nós Podemos Santa Catarina.

AddThis Social Bookmark Button
   
Estude no IFSC - Vagas abertas - Clique aqui
 
 Cadastro de interesse

Observatório de egressos

Carta de serviços ao cidadãoAcesso à informação
Ouvidoria
Desenvolvido em Joomla!